“PRESIDENT” de Camilla Nielsson | Olhar atento sobre as eleições no Zimbábue

PRESIDENT

O que falar sobre este documentário, que é quase um reality show, direto das eleições no Zimbábue? President é intenso, é real e muito revoltante.

Sobretudo, jovens democracias sofrem, ainda hoje, consequências dos abusos e falta de soberania que imperou sobre seu povo e território. Enfrentando problemas econômicos, sociais e políticos, estas pessoas se portam como heróis sabendo que direitos básicos e universais ainda não lhes foram garantidos.

Contudo, com a exposição mundial dos atos violentos destes governos, ficou cada vez mais difícil aparentar civilidade perante os órgãos internacionais. Sua hipocrisia gera asco. O filme explora nossa capacidade de se colocar no lugar daqueles que militam por causas justas, mas que acabam sendo perseguidos e tendo sua liberdade cerceada.

Veja o trailer:

Desamparo

Em suma, o que mais incomoda é a falta de recursos e de ajuda externa para afastar do governo um grupo que detendo a força policial, abusa desta para manter seu status quo. Assim, são a expressão mais cínica da falsa aparência democrática.

Por fim, nem mesmo são capazes de perpetrar mentiras e manipulações complexas, nos convencer de que árvores são azuis talvez fosse mais crível que seus argumentos.

Como agir quando os responsáveis por acusar, julgar e punir são do mesmo grupo e buscam os mesmos objetivos?

Há possibilidade mínima de uma  democracia amadurecer nessas condições? Com tristeza, digo que não. Mas estes jovens estão determinados a mudar sua realidade, e a chama de uma esperança permanece acesa, enfim.

Ademais, veja mais:

‘Paraíso’ de Sérgio Tréfaut | Crítica
Todas as Canções de Amor | Crítica
Medeia por Consuelo de Castro | Ódio e Obscenidade.

 

3 Comments

Escreve o que achou!

%d blogueiros gostam disto: