Saturday, September 18, 2021

Reservas online de hotéis e resorts aumentam 383% à medida que as vacinações avançam

O turismo foi um dos setores mais afetados pelo aparecimento da Covid-19. Quando a pandemia começou e o isolamento social foi posto em prática, a maioria dos viajantes cancelou seus planos de viagem. Além disso, a fim de controlar a propagação da pandemia entre as fronteiras, as restrições de viagens foram postas em prática por governos em todo o mundo.

Agora, com os esforços de vacinação em andamento e algumas partes do mundo de volta à normalidade pré-pandemia, os clientes começaram a viajar novamente, reagendando quaisquer planos cancelados e permitindo que os hotéis retomem as operações normais.

A Criteo, empresa de tecnologia global que fornece a plataforma líder mundial de commerce media, analisou dados do setor e observou um crescimento substancial nas reservas online de hotéis e resorts no Brasil.

Em junho de 2021, foi registrado crescimento de 230% nas reservas de hotéis e resorts online, no mês anterior, em maio, o crescimento foi de 383% em comparação com o mesmo período de 2020. O percentual é substancial considerando que em uma pesquisa realizada pela Criteo no primeiro semestre do ano passado, 62% dos brasileiros entrevistados disseram que levariam entre seis e nove meses para voltar a viajar de avião por medo do contágio pelo vírus.

Padrão

O crescimento das reservas online de viagens é um padrão que também se repete ao se analisar dados referentes a outros países da América Latina. No México, o crescimento em junho foi de 306%, uma queda em relação ao mês de maio, que teve 663% de aumento, em comparação com o mesmo período de 2020. Nos demais países da região, como Argentina, Chile, Uruguai, Paraguai e Peru, o aumento foi de 346% em junho, e 563% em maio.

“A Covid-19 teve um impacto profundo na indústria hoteleira em todo o mundo e as operações tiveram que ser praticamente suspensas, pois a base de clientes diminuiu consideravelmente. Agora, com a vacinação avançada em grande parte do mundo, podemos ver uma recuperação acelerada. Neste momento, é imprescindível que o setor continue a se adaptar e trabalhar para prestar o serviço de alta qualidade que antes era oferecido, atendendo também às novas necessidades dos consumidores com segurança sanitária e agilidade no cancelamento ou reembolso”, afirma Tiago Cardoso, diretor geral da Criteo na América Latina.

Itens de viagem

Enquanto as reservas online começaram a aumentar no primeiro semestre deste ano, o mesmo aconteceu com os acessórios de viagem, como malas e bolsas.

Dados coletados pela Criteo mostram que no Brasil a venda de bolsas de viagem aumentou 67% em junho. Já a compra online de produtos de higiene aumentou 51% e as pochetes aumentaram 101%, em maio, comparado ao mesmo período de 2020. No México, a venda de malas aumentou 96% em junho, em relação ao ano anterior.

“Com os brasileiros retomando seus planos de viagem, o aumento das compras relacionadas ao setor indica maior preparação para sair de casa por um período prolongado, movimento ao contrário do que percebemos no ano passado, quando o movimento era para viagens mais curtas, de um dia ou de um fim de semana”, acrescenta Tiago.

Metodologia

Dados orgânicos de 20 países e 600 categorias de produtos. A cada mês, todos os valores são comparados aos mesmos varejistas que fazem parceria com a Criteo Marketing Solutions e a Criteo Retail Media de forma consistente em 2020 e 2021. Dados de mais de 15.000 varejistas em todo o mundo. Inclui apenas categorias de produtos representadas por pelo menos 5 varejistas no nível mais granular.

Ademais, leia mais:

Dicas de onde ficar e onde comer em Monte Verde, na Serra da Mantiqueira
Casa do Triunfo | A saber, livro aborda peregrinação e aparição de Nossa Senhora
Curaçao | Enfim, o show deve continuar! Ilha caribenha está aberta para o turismo

Escreve o que achou!