SIC 2020 | ‘É momento de fazer acontecer’, diz Luiza Trajano

Nesta quinta-feira, 19 de novembro, acontece o segundo dia da Semana Internacional do Café (SIC 2020). O painel “Presença da Mulher na Agroindústria do Café”, transmitido às 14 horas, trouxe questões muito relevantes sobre o papel e a força da mulher no segmento do agronegócio.

Na edição, que pela primeira vez ocorreu em formato digital, estiveram presentes: Luiza Trajano (Presidente do Conselho do Maganize Luiza e do Grupo Mulheres do Brasil); Luciana Melo (Fundadora e CEO da Rede Café Cultura); Mariselma Sabbag (Ceo – Café Renovo e membro da IWCA-Brasil); Cintia Matos (Presidente da IWCA-Brasil) e gestora da Clac/Fairtrade) e Fabiana Pinho (Gerente da Unidade de Educação e Empreendedorismo do Sebrae). A conversa teve a condução de Mariana Proença, sócia e diretora de conteúdo da Café Editora. 

Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino

O aumento da presença feminina no âmbito do empreendedorismo tem trazido mudanças na maneira de fazer negócios. E, durante o bate-papo, ficou claro que a união das mulheres é uma das principais características que auxiliam na continuidade desse processo. É através da escuta que acontece a transformação, por isso é importante se conectar, adquirir e compartilhar conhecimentos.  

Hoje é celebrado o Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino, com isso o painel ganha ainda mais importância. Segundo pesquisas divulgadas pelo Sebrae, há mais de 24 milhões de mulheres exercendo o papel de empreendedora no Brasil. Entre elas, 44% precisaram gerir os seus negócios por necessidade. Existem muitos desafios, mas também grandes oportunidades. Fabiana diz que, apesar de existir um número significativo de empresas comandadas por mulheres, elas ainda estão se concentrando em poucos segmentos. 

Luiza Trajano identificou os principais pontos que a ajudaram a construir a grande carreira que podemos ver hoje. Segundo ela, essa é uma das coisas que sempre teve vontade de fazer. “Eu sempre fui muito voltada para a igualdade e a minha mãe dizia para eu não ficar brigando por tantas causas. O que sempre me ajudou foi o espírito empreendedor da minha família, eu fui criada para ser uma empreendedora”, conta a única presidente de uma empresa de varejo do país. 

Mecânico X Orgânico

Luiza Trajano acrescenta ainda que a forma de gerir mudou. Nos anos 90, as empresas funcionavam como uma máquina e as pessoas se sentiam dentro da engrenagem de um relógio. As características que precisavam ser desenvolvidas eram mecânicas e hoje tudo é trabalhado de forma orgânica. Para a empresária, a empatia é fundamental. “Eu nunca gostei muito do modelo antigo. Eu primeiro vou abrindo, escutando, troco de papel com o outro e com o mundo do outro. Os homens que estão no poder foram acostumados a serem mecânicos, mas a gestão de hoje é o perfil da mulher.”

Sonhos e metas

Com a conversa foi possível concluir que o treinamento e a crença andam juntos. As mulheres nasceram para transformar, assim como os homens. É necessário traçar metas e pensar no bem comum, no interesse da comunidade. Querer é poder. A mulher tem um papel muito relevante não somente na vida dela, mas também no coletivo e todas podem ser inspiradoras. 

Mariselma Sabbag, CEO da Café Renovo, fala que é preciso desejar e impulsionar esse desejo: “Sonhar pequeno dá o mesmo trabalho que sonhar grande. É claro, sempre caminhando com passos que sabemos que podemos alcançar”. 

Luiza Trajano concluiu da seguinte forma: “Mulher é amiga de mulher sim. Eu nunca vi uma torcida tão grande de mulheres por mim, eu sou muito abençoada. Estamos num momento de transformação, é momento de fazer acontecer. Eu nunca tive medo de errar, mas detesto errar a mesma coisa duas vezes. Eu só acredito que a grande transformação vem através da sociedade civil organizada e por meio de politicas públicas. É isso que vai fazer mudar o brasil.”

Serviço:

Semana Internacional do Café 2020 – 100% Digital

De 18 a 20 de novembro

Cadastro gratuito: www.semanainternacionaldocafe.com.br

Ademais, leia mais:

Caffè Sospeso é um filme aromático que desperta
Café não é só café na Semana Internacional do Café
Semana Internacional do Café tem palestras e cursos gratuitos

Escreve o que achou!