filme gratuito

filme gratuito

Aprenda sobre design com Gary Hustwit durante a quarentena | Gratuito

Gary Hustwit: Helvetica e Objetictified. Veja online esses documentários sobre design.

Durante essa crise global de COVID-19 o documentarista Gary Hustwit liberou seu acervo para streaming gratuito. Mundialmente conhecido por sua trilogia de filmes sobre design de produto, gráfico, arquitetura e urbanismo, Hustwit é observador apaixonado pelos produtos triviais do nosso do dia a dia. No momento estão disponíveis seus dois primeiros documentários: Helvetica e Objectified

Helvetica (2007)

Trata da história por trás da fonte suíça mundialmente conhecida como um símbolo modernista. Incluindo entrevistas com gigantes da industria como Paula Scher, Stephan Sagmeister, Massimo Vignelli e Matthew Carter o documentário cobre desde a revolução no design gráfico de “bom gosto” dos anos 50-60 até o auge do consumo exacerbado da virada do último século. A forma como uma simples fonte pode trazer uma quantidade tão grande e diversa de opiniões é um sinal claro de como algo simples como tipografia afeta as nossas vidas de modo impactante.

Objectified (2009)

Explica sobre como a nossa vida é moldada por objetos que podemos considerar triviais mas que são o resultado de incontáveis horas de trabalho duro e pensamento inovativo. Podemos ter uma visão mais ampla de como estamos cercados de de design bem como seu efeito na forma como interagimos com o mundo. Podemos notar a influência do trabalho do legendário Dieter Rams em quase todos os objetos com design moderno hoje. Seu trabalho para a Braun revolucionou a ideia de como um aparelho doméstico deveria se mostrar simpáticos e simples para o usuário; seu lema “menos mas melhor” é até hoje empregado por empresas como Apple e Nendo que trazem objetos realmente úteis e intuitivos para o cotidiano de milhões de pessoas ao redor do mundo.

Lembre-se de manter o distanciamento social e de lavar as mãos por pelo menos 20 segundos.

Enfim, confira o link para acesso ao documentário:

 

https://www.ohyouprettythings.com/free

Ademais, leia mais:

Por Detrás da Moeda | Documentário foca nos músicos de rua do Porto | Fantasporto 2020
Filme ‘Calipso’ mostra um casal em quarentena | Assista!
Direção de Fotografia no cinema, o que é? Enfim, Flávio Ferreira explica nessa entrevista!

 

Anúncios

Filme ‘Indianara’ tem exibição gratuita em homenagem à Marielle Franco

'Indianara' ganha exibição gratuita no Rio de Janeiro.

A revolucionária Indianara luta com seu bando pela sobrevivência das pessoas transgêneras no Brasil. No abrigo que ela fundou, nas ruas e nas manifestações, se empenha em colocar em prática seus ideais. Inclusive no relacionamento com Maurício, seu marido. Perto de completar seus cinquenta anos e frente à perda da companheira de luta Marielle Franco e ao avanço do totalitarismo, Indianara junta forças para um último ato de resistência.

A princípio com estreia mundial no último Festival de Cannes, pela mostra ACID, o filme INDIANARA ganha uma Avant-Première no Rio de Janeiro em homenagem à Marielle Franco. O documentário é um retrato de Indianare Siqueira, mulher trans que coordena uma casa de apoio para pessoas transgêneros em situação de risco, a Casa Nem. Aliás, ela é uma revolucionária que milita não só pelos direitos das pessoas LGBTI+, mas também pelos oprimidos da sociedade em geral.

Estilo do Cinema Direto

Com uma narrativa montada no estilo do Cinema Direto, onde não há entrevistas, o filme mostra o dia a dia de sua luta. Além disso, de forma intimista, mostra a relação com o marido, Maurício. Contudo, ele é um “macho alfa”, católico, ex-militar, que forma com ela um desenho improvável das contradições ideológicas que vivemos hoje. Rodado durante dois anos entre o centro histórico do Rio de Janeiro e o subúrbio de Santíssimo, o filme é um documento dos principais eventos políticos do país dos últimos tempos. Em forma de thriller, mergulha com Indianara nos protestos contra Michel Temer, nas manifestações contra a prisão de Lula e na eleição de Jair Bolsonaro.

Indianara é um filme sobre luta. Leia no Vivente Andante.
A luta nas ruas do Rio (divulgação: Sandar Villela)

Marielle Franco, companheira de lutas

É ainda o primeiro filme a apresentar a figura de Marielle Franco, companheira de lutas de Indianara, e que tem participação importante na história. Marielle é homenageada nessa projeção por ocasião dos dois anos de sua morte, que se completam no dia 14 de março. Em suma, o filme superou expectativas e teve uma acolhida inesperada de público e crítica no Festival de Cannes. Foi lançado no final do ano passado nas salas de cinema da França, onde continua em cartaz.

Inclusive, teve destaque na grande imprensa francesa com matérias na France Press, Le Monde, Libération, So Filme, além da Vogue Portugal, dentre outros. Foi convidado para mais de trinta festivais internacionais e, dentre os prêmios recebidos, destacam-se o de Melhor Filme do Festival Mix Brasil, em São Paulo, o Grand Prix Documentaire do Festival Chéries Chéris, de Paris; o de Melhor Filme do Público, no Festival Brésil en Mouvement, também de Paris. A saber, o filme é produzido pela produtora Santaluz, tem a distribuição da O2 Play e é apoiado pela Anistia Internacional França. A previsão de estreia no Brasil é para o primeiro semestre de 2020.

Afinal, veja o trailer:

Serviço:

Data: 10 de março de 2020

Horário: 19 horas
Local: Av. Presidente Antônio Carlos, 58, Centro – Rio de Janeiro

Entrada Franca

Ademais, leia mais:

Tarde Demais Para Morrer Jovem | CRÍTICA
Fotografação | CRÍTICA
Direção de Fotografia no cinema, o que é? Flávio Ferreira explica nesse podcast!

‘Democracia em Vertigem’ tem exibição gratuita no Circo Voador

Documentário Democracia em Vertigem gratuito no Circo Voador. Saiba mais no Vivente Andante.

O Circo Voador, na Lapa (RJ), exibirá, gratuitamente, o documentário Democracia em Vertigem, da diretora Petra Costa, nesta quinta-feira (06). A princípio, os portões abrem às 18h.

No longa-metragem Democracia em Vertigem, Petra Costa mostra o processo que tirou Dilma Rousseff da Presidência do Brasil, em 2016, a partir de um ponto de vista pessoal, ao mesmo tempo em que mistura sua história familiar com a trajetória política do país. A história começa a ser contada a partir do primeiro mandato do ex-presidente Lula, em 2003, e posteriormente analisa a crise política que vai ocorrendo no Brasil.

Democracia em vertigem foca na discussão que ainda segue de 2016 para cá: a queda da ex-presidente Dilma Rousseff foi golpe ou não foi golpe? No filme, o poder da imagem propõe algumas inquietações e suscita dúvidas.  Enfim, o longa, está disponível para streaming na Netflix. Inclusive, concorre ao Oscar contra ‘For Sama’, ‘Indústria Americana’, ‘Honeyland’ e ‘The Cave’. Os vencedores serão divulgados em 9 de fevereiro.

Afinal, veja o trailer:

Ademais, leia mais:

Aves de Rapina | Margot Robbie detona como Arlequina empoderada
Oscar | ‘Os Miseráveis’ é um soco no estômago | CRÍTICA
Oscar | Jojo Rabbit zoa os nazistas e passa bela mensagem | CRÍTICA

 

Instagram