Saturday, October 23, 2021

Tocalivros Social e Metrô de SP liberam audiolivro gratuito de autoconhecimento

Segundo especialistas, 2021 será o ano em que as pessoas vão buscar mais qualidade de vida e bem-estar. Mas antes de 2020 acabar, ainda é possível ter mais conhecimento para entrar no Ano Novo com uma nova perspectiva sobre a vida. Por isso, a campanha do mês de dezembro da parceria entre Tocalivros Social, por meio do Clube Digital de Leitura, e o Metrô de São Paulo, Eu, girassol, apresenta um audiolivro repleto de atitudes positivas!

A campanha traz gratuitamente a obra do psicoterapeuta, palestrante e escritor Leo Fraiman: Qualidade de Vida e Autoestima. Nele, o autor apresenta exercícios práticos e simples voltados ao bem-estar. Afinal, para o autor, cada um pode construir sua própria felicidade e alcançar mais qualidade de vida com uma atitude mais consciente e proativa.

Enfim, com pequenas ações diárias que, no final, fazem a diferença na formação de hábitos saudáveis e produtivos.

A princípio, este audiolivro pode ajudar no autoconhecimento.

Afinal, para resgatar o audiolivro gratuitamente, basta acessar https://clubedigital.tocalivros.com/eugirassol e aplicar o cupom: EUGIRASSOL.

O aplicativo da Tocalivros está disponível em iOS e Android na Apple Store e no Google Play ou pelo site www.tocalivros.com.

Audiolivro: Qualidade de Vida e Autoestima

Autor: Leo Fraiman
Narração: Leo Fraiman
Duração: 01h13m50s
Quanto: Grátis
Disponível: https://clubedigital.tocalivros.com/eugirassol
Cupom: EUGIRASSOL

Sobre o autor e narrador

Leo Fraiman é psicoterapeuta, escritor e palestrante. É autor da Metodologia OPEE, adotada atualmente por mais de 150 escolas em todo o Brasil, e também do livro “Como Ensinar Bem”, pela Editora OPEE, além de outros títulos publicados nas áreas de Orientação Profissional, Familiar e de Educação.

E leia Contos de Amor | Editora Solar dos Livros lança obra sensível
Além disso O Abrigo de Kulê aborda questões raciais e sororidade
Por fim, A Cor da Consciência | Eventos incluem lives, música e conscientização

Escreve o que achou!