Tuesday, December 1, 2020

UnTrue | Filme filipino surpreende no Fantasporto 2020

UnTrue é um filme filipino que se passa na Georgia. Acabamos conhecendo um pouco da cultura desse país, inclusive. Tem uma sequência belíssima mostrando uma dança folclórica da Georgia, o Kartulli. Interessante porque, como é explicado durante esse momento, não há qualquer contato nas danças georgianas. São danças que descrevem tanto o amor quanto o respeito entre o homem e a mulher. Nessa hora fica um contraste entre cenas quentes de sexo e a dança respeitosa, numa bela montagem.

A princípio, assim que começa o filme, temos um close na face machucada de Mara (Cristine Reyes), que conta sobre sua relação com o marido Joachim Castro (Xian Lim). O filme foi uma grata surpresa, um dos melhores que pude assistir até agora na cobertura que venho fazendo do Festival Internacional de Cinema do Porto – Fantasporto. A narração talvez não fosse necessária, pois busca tentar explicar demais. O longa-metragem parece um grande conto sobre sonho e pesadelo e relações abusivas, mas sera que é isso mesmo? Uma consistente fotografia de Boy Yniguez acrescenta bastante ao filme como um todo. É sugestivo vermos um personagem imerso nas sombras, nos permitindo entender as pistas que vão sendo deixadas.

UnTrue é um bom filme filipino com viradas que surpreendem.
divulgação: Fantasporto 2020

Espectador atento

UnTrue consegue prender o espectador, e aos poucos vamos descobrindo os segredos dos protagonistas; que vão se revelando vagarosamente. Ou pelo menos, de acordo com quem está contando a estória. As atuações do casal principal são realmente eficientes, Cristine Reyes e Xian Lim apresentam ótimos trabalhos. O roteiro e a direção de Sigrid Andrea Bernardo estão redondos, apesar do último ato se tornar um pouco cansativo até o bom final que levanta a energia novamente. O roteiro não é genial, mas bem executado no geral.

A Mãe Georgia, Kartlis Deda, também tem papel importante no filme. É assim que se chama a enorme escultura que empunha uma espada em sua mão direita para enfrentar os inimigos e, na esquerda, uvas para receber os amigos. O casal visita alguns pontos turísticos do país, e Sigrid aproveita para nos presentear com belas imagens da joia do Cáucaso. Em suma, um longa-metragem surpreendente.

Afinal, veja o trailer: 

Ademais, leia mais:

Cry of The Sky | Filme aborda machismo e refugiados | Fantasporto 2020
Entangled | CRÍTICA | Fantasporto 2020
Fantasporto 2020 | A Night Of Horror: Nightmare Radio | CRÍTICA

3 Comments

Escreve o que achou!

%d blogueiros gostam disto: