Saturday, December 4, 2021

Carolina Maria de Jesus e Clarice Lispector ganham mostras no Instituto Moreira Salles em 2021

Em 2021, o Instituto Moreira Salles inaugura novas exposições gratuitas em seus três centros culturais (IMS Paulista, IMS Rio e IMS Poços). Ainda no primeiro semestre, a sede de São Paulo exibe os trabalhos de dois grandes nomes da fotografia brasileira – Madalena Schwartz e Mario Cravo Neto –, além de mostras dedicadas às escritoras Carolina Maria de Jesus e Clarice Lispector.

O IMS Rio apresenta a individual do fotógrafo Peter Scheier, com mais de 300 itens selecionados ao longo de uma pesquisa de 2 anos. Em Poços de Caldas, o centro cultural inaugura uma exposição do fotógrafo Limercy Forlin, conhecido por seus retratos dos habitantes da cidade mineira.

Assim como em 2020, no próximo ano, os horários de funcionamento e as regras de visitação de cada sede continuarão seguindo as orientações das autoridades municipais e estaduais e dos órgãos de saúde.

O conjunto das exposições agendadas para 2021 revela alguns dos principais objetivos da instituição para sua programação. São eles:

Apresentar e divulgar seus acervos em exposições que permitam ampliar e incentivar o conhecimento dos autores fundamentais da cultura brasileira neles representados, aproveitando as possibilidades que os acervos oferecem para o cruzamento entre áreas como a fotografia, a música, a literatura, a iconografia e as artes visuais.

Ademais, veja mais:

‘Favela em mim’ é literatura ilustrada por verdade

Como Subir em Árvores | Editora do Brasil lança livro que traz reflexões

Confira a voz feminina representada em 7 HQs | Mulheres e Quadrinhos

Construir um ponto de vista dinâmico sobre as relações entre história e memória que estimule e favoreça um conhecimento e uma reflexão crítica e emancipada sobre aspectos da história do Brasil essenciais para a compreensão dos dilemas do presente.

Apresentar no Brasil exposições essenciais de nomes relevantes da história da fotografia internacional.

Veja abaixo a programação dos três centros culturais:

IMS PAULISTA

Madalena Schwartz: as metamorfoses

30 de janeiro 2021 – 13 de junho 2021

Galeria 2

Madalena Schwartz (Budapeste,1921-São Paulo,1993) foi uma relevante fotógrafa brasileira de ascendência húngara.

Mario Cravo Neto: espíritos sem nome

6 de março 2021 -11 de julho 2021
Galeria 1

O centro cultural paulista exibe o trabalho do fotógrafo, escultor e cineasta baiano Mario Cravo Neto (Salvador, 1947-2009), um dos nomes essenciais da história da arte brasileira do século XX.

Carolina Maria de Jesus

12 de junho 2021 – 7 de novembro 2021

Galeria 3

O IMS Paulista apresentará uma exposição dedicada à escritora Carolina Maria de Jesus (Sacramento, MG, 1914 – São Paulo, 1977), que é também uma multiartista, tendo incursionado pela música (como cantora e compositora) e pelas artes circenses. Uma protagonista importante da história do Brasil, que, mesmo muitas vezes invisibilizada, tem um papel especialmente significativo para a história da população negra brasileira.

Constelação Clarice

6 de julho 2021 – 7 de novembro 2021

Galeria 2

Assinalando o centenário de Clarice Lispector (Chechelnyk, Ucrânia, 1920-Rio de Janeiro, 1977), o IMS Paulista apresenta uma exposição em que a obra da escritora é o ponto de partida para a apresentação de um vasto conjunto de obras de artistas visuais mulheres, todas contemporâneas da autora.

Walter Firmo

31 de julho 2021 – 12 dezembro 2021

Galeria 1

Walter Firmo (Rio de Janeiro, 1937) é um nome fundamental da história contemporânea da fotografia no Brasil. Colaborador de numerosos jornais e revistas, como o Última Hora, o Jornal do Brasil, as revistas Realidade, Veja e IstoÉ, ganhou o Prêmio Esso de Reportagem com o ensaio fotográfico “Cem dias na Amazônia de ninguém”, em 1963, e foi premiado sete vezes no Concurso Internacional de Fotografia da Nikon, entre 1972 e 1982.

Daido Moriyama

30 de novembro 2021 – 10 de abril 2022

Galeria 3

Daido Moriyama (Ikeda, Osaka, Japão, 1938) é um dos mais importantes fotógrafos da nossa época, amplamente reconhecido mundialmente. Entre os numerosos prêmios que lhe foram atribuídos, destacam-se o Infinity Award of Life Achievement, pelo International Center of Photography de Nova York, em 2004, e o Prêmio Hasselblad, em 2019.

IMS RIO

Arquivo Peter Scheier

20 de março 2021 – 1 de agosto 2021

Exibida na sede de São Paulo em 2020, a mostra de Peter Scheier (Glogau, Alemanha, 1908-1979) chega ao IMS Rio. A exposição apresenta um panorama da obra do fotógrafo, cujo acervo está sob a guarda do IMS. Proveniente da pequena cidade alemã de Glogau, Scheier aportou no Brasil em 1937, como refugiado do regime nazista. Em São Paulo, nos anos 1940, iniciou sua carreira no ramo da fotografia. Atuando em diversas áreas, registrou momentos marcantes da história do país, como a 1ª Bienal de São Paulo e a construção de Brasília. Com curadoria de Heloisa Espada, a seleção é resultado de uma pesquisa de dois anos na coleção do fotógrafo.

Mario Cravo Neto: espíritos sem nome

21 de agosto 2021 -30 de janeiro 2022

Depois de passar pela sede de São Paulo, a exposição de Mario Cravo Neto (Salvador, 1947-2009) inaugura no IMS Rio. A mostra exibe o trabalho do fotógrafo, escultor e cineasta baiano, um dos nomes essenciais da história da arte brasileira do século XX.

IMS POÇOS

Limercy Forlin
27 de março 2021 – 15 de agosto 2021

A mostra exibe a produção de Limercy Forlin (1921-1986). O fotógrafo foi proprietário de um importante estúdio de fotografia em Poços de Caldas, onde registrou muitos dos habitantes da cidade. Em 2016, seus herdeiros doaram ao IMS uma grande coleção de seus negativos. Com curadoria de Teodoro Stein Carvalho Dias, essa exposição reúne retratos dos moradores da cidade mineira, produzidos por Forlin entre 1958 e 1982. As imagens serão apresentadas seguindo o dia de nascimento de cada retratado, de acordo com a organização original do fotógrafo e, dessa forma, apresentando um recorte da história recente de Poços de Caldas.

Escreve o que achou!