Cachupa | Conheça esse prato da gastronomia típica de Cabo Verde

Cachupa é puro sabor. Porém, são muitas as pessoas que “duvidam” da riqueza gastronómica cabo-verdiana, pois quando visitam o arquipélago encontram diversos pratos muito idênticos à gastronomia portuguesa e também à brasileira. E isso deve-se ao facto de a culinária cabo-verdiana resultar da miscigenação de diversas culturas, hábitos e costumes. Contudo existe uma enorme diversidade gastronómica que vai desde petiscos até às sobremesas. Até faz crescer água na boca. Mas hoje vamos falar de um dos pratos gastronómicos cabo-verdianos mais conhecidos, a cachupa.

Trata-se do prato mais usual dos cabo-verdianos de todas a condições sociais. Cabo Verde é um país tipicamente agrícola, onde muitas pessoas cultivam os próprios alimentos. E a maioria dos produtos utilizados na produção deste prato provêm da terra,
o que tornou mais fácil a produção deste prato. A cachupa pode ser classificada como cachupa pobre, quando leva um menor número de ingredientes e cachupa rica, quando leva uma maior variedade de ingredientes consoante os gostos de cada um.
O milho e o feijão são ingredientes principais da cachupa. Estes costumam ser demolhados em água fria na véspera da preparação da cachupa. Pode levar carne ou peixe, ou mesmo carne e peixe ao mesmo tempo. Para além de diferentes legumes, como batata doce, cenoura, couves, mandioca, entre outros, pode-se acrescentar diversos enchidos.

Habitualmente quem faz esse prato, faz em grandes quantidades, o que serve para comer no mesmo dia após a preparação e também no dia seguinte ao pequeno almoço. A cachupa do dia seguinte é chamada de “cachupa refogada”. Todavia, para saber mais sobre este prato típico cabo-verdiano e ver o modo como é preparado consulte o site Nham Nham – Sabores de Cabo Verde.

Ademais, leia mais:

AlmaKriola | A moda africana aparece pela cidade invicta
Aliás, conheça 5 álbuns de mulheres de Cabo Verde para ouvir durante a quarentena
Por fim, o legado da Morna segue com Donna La Perle

Escreve o que achou!