Conecte-se conosco

Cultura

AlmaKriola | A moda africana aparece pela cidade invicta

Publicado

em

AlmaKriola traz um pouco da cultura africana para o Porto, em Portugal

AlmaKriola em Portugal? Sou uma jovem cabo-verdiana de 26 anos que reside na cidade do Porto há cerca de oito anos. Ao longo destes anos tenho verificado diversas alterações que a cidade tem vindo a enfrentar, principalmente a nível social. Posso constar que atualmente existe uma enorme diversidade cultural na cidade, devido ao aumento exponencial do turismo, bem como elevada taxa de emigração.

A comunidade africana é uma das maiores verificadas na cidade, a qual faço parte. Deste modo é possível encontrar lojas tipicamente africanas com várias finalidades, nomeadamente, destinadas à venda de produtos para cabelo afro, à venda de produtos alimentares característicos do continente, etc.

Contudo continuam a existir lacunas e, no meu ponto de vista, uma dessas “falhas” existentes no mercado africano no Porto está ligada aos famosos tecidos africanos, visto estes não existirem em grandes quantidades e os preços serem elevados. De modo a ultrapassar esta lacuna decidi criar uma marca direcionada para a venda online de roupas e acessórios feitos à base de tecidos africanos, a almaKriola.

Padrões coloridos

A ideia surgiu no ano verão de 2018 em que realizei duas viagens ao continente africano, a primeira à Guiné-Bissau e a outra ao Senegal. Sempre fui apaixonada pelos padrões coloridos e devido à abundância de tecidos existentes nestes países resolvi trazer para Portugal diversos tecidos com diferentes padrões. Dei início ao projeto e já lá vai cerca de um ano. A almaKriola tem como principal objetivo conseguir, preservar a identidade africana bem como fortalecer a cultura, os costumes e as tradições. Contudo visa também dar um toque mais moderno às mesmas peças, sem perderem a sua verdadeira essência, ou seja, o instituto é dar a conhecer a cultura africana na cidade do Porto e aos que são amantes desta, proporcionar cores belas e vibrantes.

AlmaKriola traz tecidos africanos
foto: @almakriola

Apesar de ser uma marca nova no mercado, já participei em algumas atividades de caráter cultural, como exposições, desfiles, entre outros eventos voltados para a divulgação da cultura africana. Contudo as dificuldades foram surgindo ao caminho e uma das parábolas que me incentiva a continuar é esta: “É melhor tentar e falhar, que preocupar-se e ver a vida a passar; é melhor tentar, ainda em vão, que sentar-se fazendo nada até ao final. Eu prefiro na chuva caminhar, que em dias tristes em casa me esconder. Prefiro ser feliz louco, que em conformidade viver.” Martin Luther King

Por isso vamos lá seguir os nossos sonhos!

Para saber mais:

https://www.instagram.com/almakriola/
https://www.facebook.com/almaKriola/

Ademais, leia mais:

Isto é um Negro | CRÍTICA
Coletivo Pretas Ruas e busca por oportunidades para mulheres em situação de vulnerabilidade
Ana Catão do Cosmogonia Africana| “Nossa missão é trazer essa história que foi varrida para debaixo do tapete”

Cultura

Ação Social pela Música chega a São Gonçalo e atenderá a comunidade do Jardim Catarina

Concerto de inauguração do Núcleo de Ensino – São Gonçalo com a
Camerata Jovem do Rio de Janeiro
acontece em 30 de março

Publicado

em

jardim catarina

Haverá um concerto gratuito com a Camerata Jovem do Rio de Janeiro, dia 30 de abril, às 17h

A Ação Social pela Música do Brasil (ASMB), projeto que há 25 anos promove a inclusão social de crianças e jovens de comunidades em situação de vulnerabilidade por meio do ensino de música clássica, acaba de chegar à comunidade do Jardim Catarina, em São Gonçalo.

A princípio, no dia 30 de março de 2023, o projeto oficializará a implantação do novo núcleo de aprendizado no território, em um concerto inaugural gratuito com a Camerata Jovem do Rio de Janeiro, a partir das 17h, na Associação dos Moradores e Amigos do Jardim Catarina.

As aulas começam na primeira semana de abril, atendendo a 110 alunos já inscritos com classes de instrumentos de corda como violino, viola, violoncelo e contrabaixo; além de flauta doce e musicalização. Posteriormente, os alunos vão compor uma nova orquestra de cordas. A ação é patrocinada pela Águas do Rio, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Esforço coletivo no Jardim Catarina

“Em termos de inclusão musical, nunca houve nenhuma ação como esta em São Gonçalo, portanto é um momento muito especial e estamos com grandes expectativas. Temos certeza de que o projeto se tornará modelo e que vai trazer muitos benefícios aos moradores e aos jovens da região. Quando a sociedade civil, as ONGs e as empresas cidadãs se unem, isso se traduz em justiça social”, conclui Fiorella.

Por fim, a criação do novo núcleo de ensino é o resultado de um esforço coletivo que uniu a ONG, lideranças locais, a Associação dos Moradores e Amigos do Jardim Catarina e a Águas do Rio. Este será o 7º núcleo de aprendizado da ASMB no Rio de Janeiro.

Por último, leia mais:

Muco | Documentário mostra contradição na tradição indiana (viventeandante.com)

Andança – Os Encontros e as Memórias de Beth Carvalho | Crítica (viventeandante.com)

Yoga De Rua | Enfim, conheça o extraordinário na simplicidade (viventeandante.com)

Continue lendo
Anúncio
Anúncio

Cultura

Crítica

Séries

Literatura

Música

Anúncio

Tendências