É Tudo Verdade será parte festival digital devido ao Coronavírus

O É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários decidiu, em sintonia com seus patrocinadores e parceiros, realizar sua 25ª edição em duas etapas: uma, digital, no período originalmente agendado (fim de março/início de abril), e outra, presencial. A saber, as datas ainda estão sendo estudadas e devem ser em setembro próximo. Essa decisão ocorreu devido ao agravamento da pandemia do coronavírus (covid-19) e a partir das recomendações sanitárias e medidas de restrição às reuniões públicas decretadas pelas autoridades, inclusive o fechamento do circuito de salas de cinemas.

A equipe do festival vem desenvolvendo um novo formato em parceria com seus patrocinadores e parceiros e em consulta com os convidados e os produtores dos documentários selecionados. Aliás, nos próximos dias mais detalhes serão anunciados pelas redes sociais do festival e pelo site www.etudoverdade.com.br.

A equipe do É Tudo Verdade está empenhada em honrar o grau de excelência da programação anunciada ao mesmo tempo em que busca propiciar amplo e seguro acesso aos filmes e debates ao público e aos profissionais de cinema e de imprensa.

Sobre o Festival É Tudo Verdade

O É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários é um festival de cinema documentário brasileiro. Inclusive, é considerado o maior evento desse gênero na América Latina. Teve sua primeira edição em 1996, criado pelo crítico Amir Labaki. Desde sua estreia vem sendo realizado anual e simultaneamente nas cidades de São Paulo e no Rio de Janeiro. Além disso, utiliza de algumas mostras itinerantes em outras cidades brasileiras. Durante o festival, são exibidos tanto curtas quanto longas-metragens, que disputam competições brasileira, latino-americana e estrangeira.

Ademais, leia mais:

Por Detrás da Moeda | Documentário foca nos músicos de rua do Porto | Fantasporto 2020
Fotografação | CRÍTICA
Direção de Fotografia no cinema, o que é? Flávio Ferreira explica nessa entrevista!

Escreve o que achou!