Saturday, September 26, 2020

Tropifagia Comendo o país tropical | Thiago Pondé e Aline Carvalho lançam livro

“Tropifagia – Comendo o país tropical”, escrito pelos pesquisadores Thiago Pondé e Aline Carvalho e publicado através da Editora da Universidade Federal da Bahia (EDUFBA), ganha lançamento entre os dias 15 e 18 de setembro. A saber, será durante o XVI Enecult Online. No dia 18 haverá, ainda, uma live no canal da Lei de Emergência Cultural no Youtube, às 19h, como parte do cronograma da Conferência Popular de Cultura. O encontro virtual será um sarau artístico com debate e terá a participação do pesquisador e ex-secretário estadual de Cultura de Campinas, Célio Turino. Ele é um dos responsáveis pela formulação do programa Cultura Viva, e de outros intelectuais e artistas. O livro custa R$ 55 e será vendido na Feira de Livros da Associação Brasileira das Editoras Universitárias, realizada dentro do Enecult.

“A publicação tem o desejo de contribuir para os principais debates em voga hoje no país, da estética à política e à cultura. O livro também homenageia Gilberto Gil, Jorge Mautner e Luiz Galvão, por toda a contribuição dada à cultura brasileira. Reforça-os como principais referências para o acontecimento deste projeto que foi a Cena Tropifágica”, diz Pondé.

A princípio, a ideia do livro nasceu num encontro com Gilberto Gil, em 2010, durante a produção da 7º Bienal de Cultura da União Nacional dos Estudantes (UNE), no escritório carioca da Gegê Produções. Foi quando os pesquisadores, ligados às Universidades Federais da Bahia e do Rio de Janeiro, fundaram a Cena Tropifágica, uma rede-projeto que vigorou até 2017. Com a Cena, iniciaram uma pesquisa sobre cultura brasileira através do conceito tropifagia (comendo o país tropical), inspirados pelo Movimento Antropofágico, pela Tropicália e pelo programa Cultura Viva.

Acervo artístico

Para Carvalho, “esta publicação é fruto de um processo de amadurecimento de reflexões, experiências e intuições ao longo desses dez anos. Por isso, encerramos esse ciclo com a satisfação de ver difundido um trabalho que ensaia algumas respostas e levanta muitas perguntas. Um registro datado dessa história viva. Se houver uma nova fogueira da inquisição, que estejamos lá. Porque em nós reside apenas a certeza de que a cultura brasileira continua sendo terreno fértil para as mais diversas manifestações e, o processo criativo compartilhado, um caminho muito potente”.

Aliás, Pondé e Carvalho organizaram e participaram de várias atividades durante esse período. Entre elas, a construção do acervo artístico de multilinguagem Comendo o País Tropical (2016), com participação de Jorge Mautner, Luiz Galvão (Novos Baianos) e Mariella Santiago; o desfile de carnaval de 2017 do bloco Tarado ni Você, com o tema tropifagia, que reuniu mais de 70.000 pessoas em São Paulo; e o show Cena Tropifágica Convida, realizado em 2016, em Salvador.

Cena Tropifágica

Ainda em 2016, Pondé iniciou uma pesquisa de mestrado acerca deste conceito, tropifagia, no Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade (Pós-Cultura/UFBA). Posteriormente, isso resultou numa dissertação indicada pela banca de professores para publicação por sua originalidade. A dupla decidiu publicar esse livro em conjunto, resultado da dissertação ampliada, intitulado “Tropifagia – Comendo o País Tropical”, de 340 páginas. Este é o primeiro livro dele, filósofo e cantor baiano, e o segundo dela, comunicadora e facilitadora de processos criativos, autora também do livro “Produção de Cultura no Brasil: Da Tropicália aos Pontos de Cultura”, disponível para acesso gratuito no blog www.tropicaline.wordpress.com.

A proposta da publicação é uma imersão acadêmica experimental. Escrita em primeira pessoa na maior parte das seções, composta por prólogo, ensaios memoriais, conversações públicas – com artistas como Gil e Mautner, escritas, o memorial da Cena Tropifágica, e um epílogo-manifesto. Além disso, o livro abre com uma reflexão crítica sobre a pandemia a nível global e finaliza com a constatação dos autores em transformações profundas no futuro brasileiro e global pós-pandemia.

Enfim, “Tropifagia – Comendo o país tropical” será vendido pela EDUFBA em plataformas online como a Amazon, no Enecult, nas livrarias da instituição e parceiras, e sob demanda com os autores.

‘TROPIFAGIA – COMENDO O PAÍS TROPICAL’ – lançamento

Quando: 18 de setembro, às 19h

YouTube: Canal da Lei de Emergência Cultural –
www.youtube.com/channel/UCUmQS9V8YwXpvQyuX797MWw

Instagram: @tropifagia
Quanto: Haverá venda do livro a R$ 55 durante a live gratuita

Em seguida, veja mais:

Sérgio e o Buda | Crônica
Tigertail e o choro contido | Crônica
Afinal, Notas de Rebeldia e a dolorosa saudade de um pai

Escreve o que achou!