Tuesday, December 6, 2022

Carne de Segunda | Tema central da peça é a violência contra a mulher

Surgida a partir de uma notícia de jornal, cuja manchete dizia que uma mulher do interior havia destrinchado o marido, a peça Carne de Segunda chega à cena teatral. No dia 05 de agosto às 19h a montagem escrita por Marina Monteiro e dirigida por Natasha Corbelino sobe ao palco do Teatro Ruth de Souza, no Parque das Ruínas, sob interpretação de Tatjana Vereza.

A peça conta a história de uma moradora de uma cidade pequena que decide ser açougueira, profissão incomum para mulheres. Num lugar onde todos sabem da vida de todos, não é segredo que ela vive fugindo do marido por conta da violência doméstica. Ao longo da peça, a plateia descobre a trajetória dessa mulher açougueira, que durante muito tempo usou seu instrumento de trabalho para destrinchar carnes.

Perseguição

“Da notícia, me chamou a atenção o fato de que todos os vizinhos relataram que o marido a perseguia em volta da casa com um machado e ninguém fazia nada, mas para condená-la estavam todos a postos. Fiquei com isso na cabeça e os elementos do texto foram chegando. Um misto de tragédia com grupo do WhatsApp, fofoca de vizinho com coro grego. Os tempos se misturando. Curioso é que não salvei a matéria e nunca mais consegui encontrá-la. Não sei mais se foi delírio, mas foi daí o início. Acho que essa questão da sutileza e delicadeza misturadas com a força vêm muito no trabalho com a linguagem, buscando uma dramaturgia que ofereça ambiguidade, abertura, espaço para a atriz, pra diretora, pro público”, sintetiza Marina sobre a dramaturgia desenvolvida a partir de sua ideia.

Afinal, o que mais despertou o desejo em contar esta história foi o fato de a ficção ser capaz de recontar a realidade transmutando-a e movendo-a de seu lugar comum. Não se trata de uma tragédia cujo destino é se cumprir, se trata de uma possibilidade de pergunta e, quem sabe, através da arte, expor em praça pública as peças podres de nossa carne social. Embora a dramaturgia tenha surgido com dados perceptíveis no cotidiano, para a equipe majoritariamente feminina da montagem a resposta à tanta covardia não é destrinchar a carne de ninguém, mas talvez as estruturas ruídas de nossa sociedade.

SERVIÇO:

“CARNE DE SEGUNDA” – @carnedesegundaoficial

Temporada: 05 a 28 de agosto

Dias da semana: Sexta-feira e sábado às 19h; domingo às 18h

Ingressos: Gratuitos – Senhas distribuídas 1h antes de cada sessão

Local: Teatro Ruth de Souza / Centro Municipal Parque das Ruínas

Endereço: Rua Murtinho Nobre 169 – Santa Teresa – Rio de Janeiro

Informações: (21) 2215-0621 / 2224-3922

Lotação: 70 lugares

Classificação Indicativa: 14 anos

Duração: 50 minutos

A saber, no dia 07 de agosto, 16º aniversário da Lei Maria da Penha, após o espetáculo haverá uma conversa com a equipe de criação do espetáculo e a advogada criminalista Danielle Souza sobre dramaturgia, violência doméstica e de gênero.

Ademais, leia mais:

Entrevista: Cortesia da Casa apresenta ‘Vilão Particular’, fala da trajetória e destaca hits
Eu, Romeu | Espetáculo remonta clássico colocando em cena um ator preto para discutir estereótipos e preconceitos
Por fim, leia: Os ‘Três Verões’ de Gianelli

Escreve o que achou!