Ópera em Casa | Assista espetáculos gratuitamente

Ópera em casa é opção. A covid-19 pegou o mundo todo e obrigou-nos a ficarmos dentro de nossos lares. Mesmo que, infelizmente, muitos ignorem essa parte e continuem fazendo festas e encontros. A princípio, o afastamento social tornou impossível as apresentações de teatros, concertos, cinema, shows e demais atividades culturais que aconteçam normalmente em locais fechados. Infelizmente será preciso ficar algum tempo longe de palcos e telas. Como alívio dessa abstinência forçada, e como forma de dar suporte às pessoas isoladas em suas casas, algumas importantes instituições culturais do mundo passaram a oferecer conteúdo digital gratuitamente para o público mundial.

Para nós é uma oportunidade especialmente boa. Tais instituições normalmente possuem verba grande e tem condições de montar obras mais ousadas e em maior quantidade. Assim, muitas obras que poderíamos demorar a chegar em teatros brasileiros passam a ser acessíveis dentro de nossas casas. A sensação de ir ao teatro nunca será a mesma de ver uma ópera na tela de um computador ou televisão, entretanto, nesse momento, ter a oportunidade de acessar entretenimento de qualidade tão boa – até da tela de celular  – é realmente muito bom.

Momento para conhecer

Esse momento é ideal para quem não conhece a ópera e tem curiosidade, pois tem à disposição de forma gratuita uma variedade de montagens de alta qualidade. Nada supera a ida à uma apresentação ao vivo. Contudo, talvez o formato em casa ajude o público não tão acostumado com as longas apresentações. Agora é possível assistir no conforto de casa. Óperas são obras que incluem música e teatro. Normalmente contam histórias por meio da música cantada e são carregadas de dramatização e emoções.

Dentre as casas de ópera que continuam oferecendo espetáculos online temos a Wienner Staatsoper, a Ópera de Viena, tradicional casa de ópera europeia que disponibiliza diariamente um espetáculo – alguns dias até dois espetáculos – pelo programa “Live at Home”. Apesar de a maioria dos espetáculos disponibilizados serem óperas completas, em alguns dias ficam disponíveis também concertos ou balés  – e até adaptações de balés e óperas para o público infantil.

Por enquanto a programação disponível vai até o dia 30 de junho, sem confirmação se continuará depois. Porém, até lá ficam disponíveis algumas obras muito boas como a ópera “Dantons Tod”(já disponível) obra pouco encenada e conhecida que se passa durante a Revolução Francesa, a obra destinada ao público infantil “Cinderella” (disponível à partir de hoje 27/06). Além disso, tem “Don Carlo” de Verdi ( disponível à partir de 27/06), o balé inspirado em poema do romântico Lord Byron “Le Corsaire” (disponível à partir de 28/06), e, finalmente, as óperas, novamente de Verdi, “Rigolleto” e “Falstaf” (disponíveis respectivamente em 29/06 e 30/06) entre outras obras. A saber, pode-se ver os vídeos no link (em anexo) ou pelo aplicativo disponível gratuitamente para Android e IOS. Em geral o streaming fica disponível por 48h podendo variar para pouco menos ou pouco mais.

Met

Outro gigante da ópera é o Metropolitan Opera House, ou Met. A casa fica em Nova York e é uma das mais importantes casas de ópera do mundo. É uma das que possuem maior verba e suas montagens costumam ser grandiosas e com nomes importantes do mundo da música. Além de ter abrigado por muitos anos cantores e cantoras muito famosas, procuram montar também obras mais contemporâneas, ou releituras de clássicos. O Met tem disponibilizado uma ópera por dia, entre o gigantesco acervo de filmagens, que ocorrem desde o fim dos anos 1970. Com esse poderoso acervo eles disponibilizam obras recentes e outras com cantores clássicos em seu auge. Hoje a ópera da noite será “Cendrillon”, adaptação operística de “Cinderella” do compositor Jules Massenet.

Amanhã será a vez da versão do Metropollitan de “Die Zauberflöte” , também conhecida como A flauta Mágica, do famoso compositor Wolfgang Amadeus Mozart, essa montagem é de 2017 e recria um clássico. Semanalmente as montagens que serão disponibilizadas são reveladas, e a da próxima semana vem forte com obras clássicas e montagens consagradas, como a grandiosa “ Die Walküre” ( terça feira 29-06), quarta ópera do ciclo do Anel do compositor alemão Richard Wagner em montagem de 1989 (eleita por escolha do público).

O Nariz

Quarta-feira é a vez da maravilhosa “O Nariz” (‘Нос, Nos’ no original em russo) de Dimitri Schostakovich, compositor da URSS que adaptou o conto satírico conto “O Nariz” de Nicolai Gogol. Aliás, essa é uma ópera que não se vê encenada todos os dias, ou seja, uma ótima oportunidade. E a semana segue com clássicos absolutos do repertório mundial: quinta é a vez de “Carmem” de Bizzet, ópera francesa que gerou polêmica quando lançada por representar uma mulher “à frente de seu tempo”. Posteriormente, na sexta-feira, a obra da vez é “Don Giovanni” ópera de Mozart, uma das mais importantes e encenadas da história. Sábado e domingo fica reservado à duas queridinhas dos tradicionalistas : a comédia “Don Pasquale” de Donizetti com a cultuada soprano Beverly Sills de 1979, e “La Dona del Lago” do italiano Rossini, um dos principais nomes da tradição operística italiana.

As montagens do Met são disponibilizadas diariamente no instagram deles ou pelo aplicativo “Met Opera” (gratuito e disponível para android e IOS) e ficam disponíveis por 23h. Por último, a Royal Opera House disponibiliza no YouTube uma das óperas mais famosas da história: “A Flauta Mágica“. A montagem fica disponível até 03/ 07, quando provavelmente cederá espaço para outra. Afinal, com os problemas que enfrentamos, as apresentações são uma grande oportunidade. Tanto para quem não conhece e quer ter uma chance de entrar no maravilhoso mundo da ópera, como para quem já é fã e se vê afastado dos teatros, tendo ali um gostinho de algumas das melhores montagens do mundo. Enfim, de qualquer forma é uma grande oportunidade .

Instagram Met Opera: https://www.instagram.com/metopera/
Site Vienna: https://www.staatsoperlive.com/donate

Por fim, confira também a Royal Opera House no YouYube:

Ademais, leia mais:

O Riso e a Peste | Conheça o CorongaNews
Em seguida, Marcélli Oliveira usa o teatro para falar sobre suicídio
Tântrica Santina – Rita Rocha e Alhandra A falam sobre teatro, política e resistência

Escreve o que achou!