Voando Baixo | Mv Bill lança seu 12° disco e fala sobre veganismo

Um disco icônico que chega num momento do caos e da transformação. Esse é “Voando Baixo”, novo álbum do MV Bill. São doze músicas do “cria” da Cidade de Deus. São letras pesadas com miras certeiras. Na produção, DJ Caique, aumentando a potência das faixas, sampleou trilhas sonoras de filmes conseguindo passar para a música a tensão necessária juntamente com a voz que MV Bill carrega.

“Voando Baixo” é um álbum que foi gravado em formato híbrido no Rio de Janeiro em Fevereiro de 2021, seguindo os protocolos de saúde pública sugeridos pela OMS. “Mesmo de forma isolada eu quis estar mais próximo do dia a dia das pessoas comuns, e quando você dá um voo rasante, você fica conectado com a realidade delas”, declara o rapper. Já o conceito é estruturado na solidariedade. “As pessoas em casa precisam de alento, que também pode vir da música. Talvez o conforto esteja no meu trabalho. Quero entregar uma experiência musical que possa mobilizar as pessoas para uma vida melhor”.

Bandolim e Veganismo

No último dia 28 de abril de 2021, o rapper disponibilizou em primeira mão uma prévia da faixa “Noiz mermo” na coletiva de imprensa realizada via Zoom, da qual participamos. Essa faixa simboliza uma divisão invisível a olho nu. Onde a ajuda só vem de quem tem pouco. Quem tem muito quer ter o dobro e, nessa dualidade, quem tem menos não merece esforço.

Mv Bill e veganismo
Andressa Raiane e MV Bill no Bandolim Restaurante Cult Bar

Anteriormente, no dia 19 de abril, Bill esteve na Lapa gravando o clipe de uma das faixas do seu novo álbum “Voando Baixo”. A fome bateu e o restaurante vegano Bandolim foi sua escolha, para surpresa de muitos.  Durante a coletiva, questionei sobre sua posição com relação a filosofia vegana.

“Opto sempre por não comer carne. Mas comida com origem animal está sempre em promoção, aqui no mercado perto de casa não tem nada vegano em promoção, custa caro. O Baião do Bandolim me surpreendeu por ser bom, vegano e acessível, qualquer pessoa pode parar ali e comer.”

*Texto por Andressa Raiane em colaboração especial para o Vivente Andante

Ademais, veja mais:

Enfim, Antônio e Comitiva caminhando com São Benedito pela música e a fé

Afronta! Facing it! Rincon Sapiência e a força do Afrorap

Afinal, Jamming | Clássico de Bob Marley ganha remix com Tropkillaz e a nigeriana Tiwa Savage

1 Comment

Escreve o que achou!

%d blogueiros gostam disto: