Wolo TV, streaming focado na dramaturgia negra brasileira lança mais cinco produções

A Wolo TV, primeira plataforma de streaming no Brasil com conteúdo focado na dramaturgia negra brasileira, acaba de lançar cinco produções em sua plataforma. Depois de anunciar entrada no mercado audiovisual brasileiro em dezembro passado com destaque da série de comédia “A Casa da Vó”, que foi estrelada pela cantora e atriz Margareth Menezes, a Wolo TV, anuncia a aquisição simultânea, neste mês de maio, dos filmes “Preto no Branco” e “A Mulher no Fim do Mundo”, o documentário “Mulheres Negras: Projetos de Mundo”, a comédia “Punho Negro” e o infantil “As Aventuras de Amí” já estão disponíveis para acesso na Wolo TV

Segundo Licínio Januário cofundador da plataforma ao lado de Leandro Lemos, a Wolo está entrando numa segunda fase, que tem como missão ser uma das maiores plataformas de exibição e distribuição de mídia negra da América Latina. “Nesta fase nós pretendemos exibir produções realizadas por produtores e diretores negros do Brasil inteiro, que trilharam o circuito de festivais e não chegaram ao grande público. Para nós essas produções são as mais fiéis às narrativas da população brasileira, levando informação, empoderamento e esperança”, comenta Licínio.

Os executivos da plataforma participam ativamente de rodas de negócios para novo aporte de capital para investimento. A Wolo TV pretende investir ainda mais em marketing e tem como meta bater a marca de 1 milhão de assinantes até o final deste ano. A partir de agora, a Wolo irá adquirir por mês de 3 a 5 filmes, de realizadores negros brasileiros e dos países lusófonos. Confira abaixo a sinopse dos lançamentos.

Lançamentos da Wolo TV

As Aventuras de Amí

Tomar banho? Escovar os dentes? Arrumar o quarto? Por que fazer agora se eu posso brincar mais um pouquinho? A série infantil com oito episódios de sete minutos, cada, conta os dilemas de Amí que sempre transforma tudo em aventura e fantasia. O elenco conta com a cantora, bailarina e atriz Ariane Souza, Daniel Farias, Ícaro Vila Nova e Tia Má Maíra Azevedo; a direção e o roteiro são de Igor Souza e Maria Carolina.

Preto no Branco

Imagina a cena: um garoto negro corre para alcançar o ônibus de volta para casa após o trabalho, ao mesmo tempo em que uma jovem loira grita após ter a bolsa roubada. Roberto Carlos, 20 anos, jovem negro, encerrou o expediente e corre em frente ao shopping onde trabalha para não perder o ônibus. Esta é a sua versão. Sem que se dê conta é abordado violentamente por dois policiais que o algemam e o jogam dentro da viatura. Na delegacia é informado de que foi acusado de ter roubado a bolsa de uma jovem, Isabella. Mais do que isso, ele será reconhecido pela mesma. A direção e o roteiro são do cineasta Valter Rege e o elenco é formado por Marcos Oliveira, Carolina Holanda, Taiguara Nazareth, Guilherme Lopes e Maria Bopp, que interpreta Isabella. A atriz ficou conhecida internacionalmente após interpretar a personagem de Bruna Surfistinha.

A Mulher no Fim do Mundo

O roteiro do curta-metragem, drama, “A Mulher no Fim do Mundo” retrata os dias de Benedita, a última humana na Terra. Diante deste cenário apocalíptico, o filme aborda questões como o empoderamento feminino e negro, além de propor novas reflexões sobre o papel da comunicação e da humanidade. Benedita e a garota Lua, duas mulheres negras que viram o velho mundo sucumbir, são agora as únicas sobreviventes.

Benedita, enrijecida pelos processos dolorosos de silenciamento, tenta proteger Lua, uma criança curiosa que quer fazer um pequeno rádio funcionar para tentar conexão com outros possíveis sobreviventes. Entre os cacos do fim do mundo e o medo da solidão, Benedita encontra nas águas transatlânticas a resiliência necessária para continuar. A direção e o roteiro são de Ana do Carmo e Sérgio Loureiro. O elenco principal é formado por Tainah Paes, Maria Luiza Apolônio, Adalício batista e Gabriel (alguém conhecido aqui).

Mulheres Negras: Projetos de Mundo

No documentário “Mulheres Negras: Projeto de Mundo”, nove vozes femininas negras são apresentadas de maneira suave e potente. Em seus depoimentos, cada mulher fala da sua experiência de sobrevivência calcada em sua raça, gênero, classe e desvendam o que significa habitar em pele negra.

Dirigido pela feminista negra, Day Rodrigues em parceria com Lucas Ogasawara, o documentário conta com depoimentos de Djamila Ribeiro, Ana Paula Correia, Aldenir Dida Dias, Preta Rara e Nenesurreal, Francinete Loiola, Luana Hansen, Monique Evelle e Andreia Alves.

O documentário traz contribuições sobre o feminismo negro e sua importância. Nove mulheres, muitas vozes do presente, sem perder as referências do passado.

Punho Negro

A série de comédia com cinco episódicos conta a história da primeira super-heroína negra brasileira Tereza, interpretada pela atriz, Carol Alves. Conciliar sua carreira de heroína é sempre uma verdadeira batalha. Ela precisa cuidar da casa, do marido, dos dois filhos e ainda arranjar tempo para enfrentar vilões e viver sua vida como a justiceira “Punho Negro”. O elenco principal é formado por Carol Alves, Heraldo de Deus, Cássia Valle, Raimundo Moura, Jacson Caetano e Isabela Samantha. O roteiro é assinado por Lorena Sales, Camila Carvalho, Heraldo de Deus, Guilherme Alves, Carol Alves, Murilo Deolino, Milena Anjos, Carolina Silvério. A direção é de Murilo Deolino, Milena Anjos e Carolina Silvério.

Para conferir é só ir em www.wolo.tv

Escreve o que achou!