Conecte-se conosco

Cultura

Serra em Casa | Evento gratuito debate como veganismo pode transformar o momento em que vivemos

Publicado

em

Prato vegano no Grajaú. Afro Gourmet é nova opção de gastronomia africana.

No próximo sábado (24/4), acontece a segunda edição do “Serra em Casa”, um evento para os turistas de sofá que estão em busca de conteúdo relevante com leveza. O Serra em casa” faz parte das comemorações do aniversário do Hotel Serra da Estrela, de Campos do Jordão, que segue os princípios do vegetarianismo e tem em suas dependências um restaurante vegano, o Alquimia.

Há um ano nossas vidas foram mudadas pela pandemia. Milhões de pessoas partiram para a outra jornada e o tempo de isolamento provocou reflexões sobre diversos aspectos das nossas vidas: trabalho, maternidade, relacionamentos, social e também consumo e saúde!

A saúde, e a falta dela, nunca tiveram tanto destaque em nosso dia a dia. E talvez por isso tantas pessoas tenham despertado a atenção para a qualidade dos alimentos que consomem durante a pandemia. Diante de tantas mortes e sofrimento, nunca estivemos tão conscientes sobre as consequências do consumo de carne animal como agora. A partir disso, novos empreendimentos surgem como o Bandolim Vegan Cult Bar na Lapa, Rio de Janeiro,

Qual o impacto do consumo de carne animal nas pandemias? O quanto nossa saúde seria melhor sem consumo de proteína animal? Qual o papel social do veganismo? Como transformar nossos negócios em serviços e produtos de impacto negativo? Essas são algumas das perguntas que o “Serra em casa” vai abordar junto com um super grupo de influenciadores do canal VegFlix, marcas, empreendedores e profissionais da área de saúde.

Programação

Confira abaixo quem está conosco no “Serra em casa” e não deixe de acompanhar no dia 24/4, a partir das 15h, pelo Instagram do hotel Serra da Estrela (@hotelserradaestrela):

15h – “O caminho mais rápido e eficaz para o futuro que queremos”

Ivan Di Simoni, diretor de arte, cozinheiro e membro do Vegflix.

Dra. Cynthia Schuck, epidemióloga e Doutora em Zoologia pela Universidade de Oxford e autora do livro “Pandemias, Saúde Global e Escolhas Pessoais”.

Dra Samara Dias, nutricionista especialista em Clínica ortomolecular e esporte, com foco no tratamento de doenças crônicas e melhoria na qualidade de vida e alimentação vegetariana.

Dr Guilherme Takassi, médico pós graduado homeostase sistêmica, adequação nutricional e doenças relacionadas à idade.

Sandra Lopes, atleta vegana , advogada membro fundadora da Comissão dos Direitos dos Animais da OAB/SP, trabalha em parceria com a Sociedade Vegetariana Brasileira

16h – “O Veganismo como ferramenta para construção de um mundo melhor”

Rodrigo Dorado, ator e membro do Vegflix

Vivi Torrico e João Gordo, idealizadores do Central Panelaço e do projeto Solidariedade Vegan

Mônica Buava, sócia do Pop Vegan Food e diretora de campanhas da Sociedade Vegetariana Brasileira, como “Opção Vegana” e a” Segunda Sem Carne”

17h – “Cuidando dos animais, de nós e do planeta”

Carol Destro, ativista, comunicadora e ThetaHealer

Patricia Zanella, cofundarora da EcoCiclo, um marketplace para empreendedoras de produtos sustentáveis

Giovanna Fischer, fundadora da marca Essentioils e especialista em aromoterapia

Fabiana Kherlakian, RP e diretora da comunicação da marca Baims Natural Makeup

18h – “Rentabilidade aliada a redução do impacto negativo”

Ricardo Laurino, presidente da Sociedade Vegetariana Brasileira, apresentador do Zona V da Rádio 89 FM

Alana Rox, influenciadora, autora dos livros Diário de uma Vegana 1 e 2, proprietária do restaurante Purana

Denise Bernardino, gestora do hotel Serra da Estrela e do restaurante Alquimia

Stelvio Mazza, CEO do Já fui Mandioca

Serviço – 2ª edição do Serra em Casa

Dia: 24/04

Horário: a partir das 15h

Como acompanhar: Instagram do Hotel Serra da Estrela –  @hotelserradaestrela

Crítica

Crítica: O Cachorro que se Recusou a Morrer

Publicado

em

Cena da A peça O cachorro que se recusou a morrer

“O Cachorro que se Recusou a Morrer” tem criação, texto e atuação de Samir Murad, e bebe em suas experiências de vida. A cenografia de José Dias constrói um ambiente que é mais do que um mero cenário; é um componente narrativo, imergindo o público nos diversos tempos e espaços que compõem a história. Isso em conjunto com o eficiente videocenário concebido por Mayara Ferreira.

A princípio, num drama autoficcional, Samir Murad, descendente de imigrantes libaneses, entrelaça sua memória afetiva em uma narrativa. Êxodo, matrimônio por encomenda, confrontos culturais e saúde mental compõem os temas que o ator carrega em sua bagagem.

Uma das maiores virtudes do espetáculo é a riqueza da cultura árabe familiar que permeia a obra. Aparece, por exemplo, em projeções fotográficas, e na boa trilha sonora, fruto da colaboração entre André Poyart e o próprio Samir Murad, que enriquece a experiência sensorial do espectador.

Segunda metade de “O Cachorro que se Recusou a Morrer” desperta

Entretanto, a peça demora a engrenar. A primeira metade é lenta, não cativa, falta uma maior dinamicidade, e, talvez, ficar mais enxuta. Isso não acontece na segunda parte, que é muito mais fluida e desperta os espectadores.

Por outro lado, Samir é um showman. É como um Chaplin de descendência árabe buscando suas raízes. A entrega dele no palco tem uma força emocional deveras potente. Dessa forma, para aqueles que gostam e desejam saber mais sobre a cultura árabe, pode valer testemunhar essa obra no Centro Cultural Justiça Federal, até o dia 17 de dezembro, sempre aos domingos às 16h.

Serviço

Local: Centro Cultural Justiça Federal

Endereço: Av. Rio Branco, 241, Centro, Rio de Janeiro.

Próximo a Estação Cinelândia do Metrô Rio.

Informações: 21 3261-2550

Temporada: 19 de novembro a 17 de dezembro, aos domingos, às 16h.

Valor do ingresso: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia-entrada)

Vendas na bilheteria do Teatro ou antecipadas pelo site Sympla: https://www.sympla.com.br/produtor/ocachorro

Capacidade de público: 141 pessoas

Classificação: 10 anos

Duração: 75 minutos

Drama bem humorado

Continue lendo
Anúncio
Anúncio

Cultura

Crítica

Séries

Literatura

Música

Anúncio

Tendências