Thursday, October 29, 2020

22 dias a pé | Conheça a MPB do Tukum, os ciganos do espaço

Tukum – Bando de Criação é um jovem trio multiartístico, formado pelos cariocas Bruno Olivieri e Luísa Pitta e o paranaense Flávio Cardoso, que acaba de lançar seu primeiro álbum autoral em 2020. A saber, a cada 40 dias eles lançavam um novo single nas plataformas digitais junto ao videoclipe da canção, em seu canal do YouTube. E agora, finalmente, ele está completo nas plataformas digitais.

Entre milhões de poeiras estelares, essa galera se juntou para fazer esse bom trabalho artístico que vem dando frutos. Desde vozes que se complementam até aquele gosto nômade de estrada e de um Brasil mais lúdico e esperançoso. É um mar de criação num sertão criativo.

A princípio, o primeiro álbum surgiu após um período de várias viagens do trio pelo Brasil com um teatro móvel. Dessa forma, inspirou uma série de composições autorais. Eles se definem, irreverentemente, como “cantatores”. As canções tem tesão e cansaço germinados nessas buscas da vida. É bom de ouvir e é como navegar por música popular brasileira de qualidade que transborda em laços de delicadeza. Um álbum bem produzido e rico em nuances, com uma percussão saborosa.

Estrada

O grupo mescla teatro, dança contemporânea e o audiovisual, com criações plurais. Aliás, todos os singles do álbum acompanham um videoclipe, produzidos de maneira independente e dirigidos por Andress Corrêa. Inclusive, esses trabalhos procuram uma viagem poética interessante e demonstram bem o caminho múltiplo do trio, que tem muita química.

“A gente se encontrou nesse projeto, eu, Bruno Olivieri e o Flávio. Somos atores, então a gente se encontrou trabalhando numa companhia de teatro e foi surgindo esse projeto de uma maneira muito genuína, espontânea. A gente foi se encontrando fazendo som, fazendo música, lidando com as coisas que a gente tinha que lidar afetivamente, colocando isso em letra em poesia”, declara Luísa Pitta.

O álbum 22 dias a pé foi produzido por Nando Motta, mixado por Tony Sheen, masterizado por Felipe Tichauer e está sendo lançado pela distribuidora Tratore. O álbum conta com a participação de músicos como Antônio Guerra, Nando Motta, Pedro Man, Fábio Baobá, entre outros.

Estradeiros

“Esse trabalho que surgiu de uma maneira muito espontânea e despretensiosa. A gente trabalhava num projeto de teatro e estava viajando o Brasil inteiro quando esse disco foi criado. Fomos compondo as músicas na estrada. A gente viajava por cidades pequenas, do Norte, Nordeste, Centro-Oeste, com o teatro móvel. Nessa tensão, né? Tensão no sentido de tensionar as relações, os afetos, as trocas. Uma vez que a gente estava numa conjuntura no mínimo diferente”, diz Bruno Olivieri.

Foi muito tempo longe dos amigos, da família, encontrando pessoas novas a cada dia. Porém, essa viagem pelo Brasil e pelas artes já dá resultados como a boa repercussão e reverberação do primeiro single “Ciganos do Espaço”. Além disso, em abril desse ano eles foram vencedores do prêmio de melhor videoclipe no Festival Pontapé Musical da Fetaerj-RJ pelo Júri Técnico e Voto Popular, conquistando o primeiro lugar com o clipe da canção “Nó”.

Por fim, confira aqui a entrevista que fizemos com eles.

Ah, certamente, ouça o álbum:

Ademais, leia mais:

Regina Souza “Chegaí” com álbum cheio de sincretismo e boas energias
Placido Vaz lança nova música | “Cabo Verde tem muito do Brasil e isso é muito bom”
Laura Canabrava lança clipe filmado pelo celular dos bailarinos | Eu fico doida

 

Escreve o que achou!