Thursday, October 6, 2022

Imperfeitos | Livro mostra como a inclusão de profissionais PCDs é bom para as empresas e a sociedade

Os desafios para conseguir oportunidades no mercado de trabalho e a importância e os benefícios da inclusão de PCDs para as empresas e a sociedade. Esses são os temas abordados no livro “Imperfeitos: Um relato íntimo de como a inclusão e a diversidade podem transformar vidas e impactar o mercado de trabalho’” escrito pela jovem Julie Goldchmit, profissional autista que atua como assistente de marketing da Unilever.

A saber, o Brasil apresentou em 2021 um déficit de 46% no preenchimento de vagas de profissionais portadores de deficiência, segundo o Painel de Informações e Estatísticas da Inspeção do Trabalho (RADAR SIT). Ou seja, isso significa que dos 774.695 postos reservados para Pessoas com Deficiência (PCDs) e/ou reabilitadas pelo INSS, somente 418.138 foram preenchidos. Dentro do grupo de PCDs estão inclusos os profissionais com Transtorno Espectro Autista (TEA), tema que em abril ganha luz com as ações do Dia  Mundial de Conscientização do Autismo (dia 2), dando origem a campanha do Abril Azul.

“Quando eu nasci, os médicos disseram aos meus pais que eu jamais seria capaz de andar, falar ou me desenvolver. Hoje, aos 25 anos, eu trabalho, estudo idiomas, amo ler livros e estou sendo preparada para ser analista na empresa onde trabalho. Eu sou a prova que nós PCDs somos capazes de somar e muito com a sociedade, desde que tenhamos a oportunidade”, conta Julie.

Exclusão

O diagnóstico de Transtorno do Espectro Autista (TEA) de Julie só veio aos 15 anos. Além das dificuldades de aprendizagem, teve que conviver com bullying, exclusão e assédio no ambiente de trabalho – temas que são contados e debatidos no livro.

“Mesmo com os desafios, aprendi a tamanha importância de sermos protagonistas da nossa própria história. Acabei me tornando um símbolo e minha missão hoje é contribuir para gerar uma  mudança efetiva na sociedade e torná-la mais inclusiva. Eu quero que as pessoas tenham a mesma oportunidade que eu tive e que, um dia, elas possam viver em um mundo onde sejam livres para ser quem são”, compartilha Julie.

Enfim, ao longo das 192 páginas, Imperfeitos discute ainda o papel da família na inclusão social, o assédio e a  discriminação no mercado de trabalho. Ainda por cima, a importância de programas de aprendizagem para a inclusão nas empresas e como a diversidade é benéfica para o mercado de trabalho, dando chance para que negócios aumentem não só seus lucros, mas também estimulem e priorizem sua cultura organizacional. Além disso, a obra segue a diagramação recomendada por especialistas em acessibilidade e inclusão, com letras grandes, fonte serifada com o intuito de facilitar a leitura, texto justificado e cores em preto e branco.

Serviço:

‘Imperfeitos: Um relato íntimo de como a inclusão e a diversidade podem transformar vidas e impactar o mercado de trabalho’
Editora: Maquinaria Editorial
Páginas: 192
Preço: R$ 39,90

 

Escreve o que achou!