Wednesday, November 25, 2020

Por trás daquele Som | Se liga na força da criação musical

Por trás daquele som é uma daquelas minisséries documentais da Netflix que às vezes passa despercebida. Porém, garanto que se você gosta de música vai se identificar e aprender muito.

Sou um amante da música há muito tempo, já tinha visto algumas produções de beats, aulas de canto e coisas do tipo. Entretanto, mostrar 4 estilos diferentes e como eles fazem as suas produções, é simplesmente magnífico.

Afinal, em Por trás daquele som vemos todo o processo criativo, para se compor, dar um sentido para música, recriar isso em notas musicais, dar vida, tons diferentes, textura, profundidade, tudo isso vai ser mostrado de uma forma artística.

Alicia Keys

Temos o primeiro episódio com uma música de Alicia Keys, e a sua ideia sobre vida, morte e transição tão profunda que arrisco a dizer que será difícil não sentir nada com essa musica. Inegavelmente a densidade dela é tocante. A ideia de uma voz triste e uma alegre, a tal transição, a passagem, toda sua textura, foi de longe a música que mais mexeu comigo.

Lin-Manuel Miranda

O segundo é sobre Lin-Manuel Miranda, e uma canção de seu musical Hamilton. Aliás, é apenas o musical com mais prêmios e mais requisitado do planeta.  Lin-Manuel mostrou que ficou fascinado com a história de Hamilton, e que, no caso, começou a gravar no meio da rua enquanto ia para uma festa. Pois acabou tendo que voltar rápido para casa para poder termina-la.

Isso mostra que cada criação tem sua identidade, e sabendo que tem que representar uma pessoa específica, você precisa trabalhar para que aquela pessoa seja representada totalmente e por muitas vezes isso passa despercebido aos nossos ouvidos, quando sabemos de como foi feita, nunca mais ouvimos da mesma forma.

R.E.M

Uma música que muda a vida, pode acontecer?  R.E.M mostra que talvez uma música que foi feita pra terminar a carreira, teve o efeito inverso e lançou a banda para o mundo inteiro.

“Losing my Religion” é uma música icónica, que qualquer pessoa que já ouviu rock ou não em alguma época conhece. Um bandolim, ele foi o grande responsável pela música tomar esse rumo. Uma junção de uma banda feita por ótimos músicos, cada um pondo sua personalidades, trazendo referências e sentimentos, realmente é uma daquelas músicas que você vai lembrar para o resto da vida.

Ty Dolla Sing

Los angeles é o grande tema do quarto episódio de Por trás daquele som, ele quis fazer uma homenagem a sua cidade natal, contando sua história. Ritmo e poesia, nada melhor que um poeta para começar uma musica que mostra a realidade das ruas, a parte ruim que as vezes passa despercebido, e em tempos atuais se torna mais que necessário. Aliás, aprendemos também sobre o Talk box, flextone e outros instrumentos. T.y fez o disco para o seu irmão, mostra que o projeto e sobre sua cidade, família, e consegue colocar poesia, representatividade, uma orquestra de cordas, deixando a musica leve no começo e pesada para o final, como ele mesmo diz, textura é tudo.

Por fim, em Por trás daquele som vemos que cada um tem seu jeito particular de criar música, que passam sentimentos para as pessoas, contam historias e embalam nossas vidas, nos fazem rir, chorar, celebrar ou relaxar. E assim, reconhecer sua importância e mostrar os bastidores da criação só me faz ter certeza que não importa o estilo, isso é e sempre será uma arte, não importando quantos instrumentos eletrônicos usaremos.

Viva a música, viva a arte.

Ademais, veja mais:

Beat é protesto, O funk pela ótica feminina | Documentário explora o papel feminino na cena do funk paulista

Trap de Cria | Documentário mergulha na cena trap carioca e dá voz às comunidades

Conheça Sevana e seu indie reggae no EP Be Somebody   

Além disso, conheça o Tukum – Bando de Criação:

 

 

 

Escreve o que achou!